fundo parallax

VERDADE

SEM SENTIDO
12 de Janeiro de 2010
AO AMOR
29 de Janeiro de 2010
Vizualizar imagem da Ideia

Contam as lendas antigas, que existia um tempo
Em que a verdade voava lentamente pelos céus
Olhando o mundo com esperança
Voava tranquila sem oferecer suas garras

De casa em casa distribuía o seu valor consciente
Nem mesmo a pergunta do incrédulo podia contestar
Nem o santo de joelhos poderia negar
As leis que regem o planeta e seus homens

Entretanto, o mais bondoso dentre os homens
Fez seu trabalho e mais que tudo
Com tanto zelo, devoção, tato e cuidado
Que ninguém notou que a Verdade era onipresente

Então surgiu uma Guerra e a inveja contaminou a alma
A mentira se fez presente dia após dia
Foi então que o bicho humano começou a deteriorar
E o pó e clarão da destruição de suas coisas eram reais

Como se fossem fantasmas com suas luzes desequilibradas
Rastejando e procurando no escuro, ofuscado, desordenados, tolos
Anunciando que suas ações mais aterrorizantes estariam por vir

A Verdade se despediu de todos e se abrigou nas sombras

De fato, ela fugiu para longe
A Verdade fugiu da Guerra…
Ela viu, ela ouviu, ela leu, ela tentou contar
Fatos quem além de presentes também eram paralelos

Impróprio era a sugestão de respirar, muito menos para escrever
Mas, a Verdade mesmo escondida pronunciava:

“Esta é realmente apenas a metade do que vai acontecer…”


3 Comentários

  1. Jullyanne disse:

    Apenas gostaria de parabenizar pelo ato de compartilhar com os demais suas ideias tão bonitas! Obrigada por me permitir ler esse texto lindo!

  2. Anônimo disse:

    ameiii!
    é sensivel,e verdadeiramente triste.

  3. Sarah' disse:

    A inveja e o egoísmo é o que torna o ser humano tão dissimulado .
    espero que com tudo que o homem fez pra pensar em si mesmo o que acarretou o mundo que está hoje possa acordar,

    também adorei seu blog! bjs'

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *